terça-feira, 24 de janeiro de 2012

TREINO FST-7


TREINO FST-7, O TREINAMENTO DE ALARGAMENTO DA FÁSCIA 

O QUE É FÁSCIA MUSCULAR?
Fáscia muscular é uma membrana que envolve o músculo. A espessura da fáscia varia de músculo pra músculo, dependendo de sua função. Às vezes a fáscia muscular é muito espessa e pode prender o músculo ao  esqueleto. Para que os músculos possam exercer um trabalho de tração ao se contraírem, é necessário que eles estejam dentro de uma bainha elástica de contenção, papel executado pela fáscia. Ela também permite o deslizamento dos músculos entre si. 

Você já reparou que para chegar aos 40cm de braço pela primeira vez, você tem que treinar feito um louco, suar bastante a camisa para conseguir, e depois, se perder alguns centímetros para recuperar os 40cm de novo é bem mais fácil. Isso acontece por que a fáscia muscular demora muito para esticar e dar espaço ao músculo que está crescendo. A medida que os músculos crescem, à fáscia é obrigada a se esticar, para que o novo volume possa ser acomodado.

O TREINO
Para o FST-7 é recomendável o uso de exercícios multiarticulares antes de fazer o exercício isolador. Exemplo de exercícios multiarticulares são supino para o peito, remada para as costas, desenvolvimento para o ombro, agachamento para as pernas, e por ai vai. Você vai fazer de 10 a 12 repetições sem usar nenhuma outra técnica avançada. Depois de fazer 3 séries de exercícios multiarticulares você vai partir para o FST-7. Esse exercício tem que ser um exercício isolador e de preferência em maquina.

Depois de escolhido o exercício isolador, você vai fazer 7 séries de 10 a 12 repetições, até a falha concêntrica com 30 segundos de descanso entre às séries. Durante os 30 segundos de descanso, você irá alongar o músculo que está treinando para alargar à fáscia muscular.

É um método simples mas não se engane, pois nas últimas séries você irá sofrer bastante. Recomendo muito sua utilização.

Obs: Este é um treinamento avançado e não é recomendado para iniciantes.

Bom treino!
Equipe Treinar no Limite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário